SB Crédito Blog

Conteúdos para descomplicar

as finanças da sua empresa!

Marketing SB Crédito 28 de abril de 2022
COMPARTILHE

Risco sacado: 4 sinais de que a empresa está no momento ideal para implementar essa estratégia

Se comparado com outras estratégias entre as empresas, o risco sacado era até pouco tempo considerado uma prática pontual. Porém, esse cenário mudou. Saiba no artigo quando implementar na sua empresa.

As operações de risco sacado vêm ganhando espaço não é à toa. Com o aumento da taxa básica de juros nos últimos meses e as previsões do mercado prevendo altas e mais altas, o acesso ao crédito fica cada vez mais caro. Para entender exatamente como se dá essa relação, recomendamos a leitura desse artigo aqui.

Dessa forma, as empresas precisam buscar alternativas para manter o fluxo de caixa e o capital de giro necessário. Assim, não podemos deixar de destacar que para isso é preciso ter um planejamento financeiro condizente com a realidade de cada empresa.

Nesse artigo, iremos abordar o que é o risco sacado, qual a sua principal diferença com o fluxo futuro e te ajudar a identificar quando a sua empresa está pronta para implementar essa estratégia na rotina financeira. Vamos lá?

O que é risco sacado?

As operações de risco sacado são, de forma geral, a antecipação de recebíveis da cadeia de fornecedores da sua empresa. Na prática, há uma inversão no processo, por exemplo, aqui na SB Crédito o processo comum é:

  1. A sua empresa faz a venda;
  2. Antecipa o valor que deveria receber em 60 dias com o desconto de uma taxa;
  3. Seu cliente faz o pagamento para nós.

No risco sacado, o processo fica assim:

  1. A sua empresa faz uma compra com prazo de 45 dias para pagamento;
  2. A sua empresa solicita que a SB faça o pagamento para o seu fornecedor dentro dos 45 dias;
  3. O pagamento é feito para seu fornecedor no valor integral da compra;
  4. E uma nova data de pagamento será negociada para sua empresa com o acréscimo de uma taxa.

Na prática, a sua empresa teve um alongamento de prazo. Esse esquema representa como se dá essa relação:

Esquema representativo do risco sacado

Qual a diferença entre SB Paga Hoje e fluxo futuro?

Em muitas financeiras, o fluxo futuro supre exatamente essa mesma necessidade: dinheiro no caixa para estender os prazos de pagamento. Afinal, quando é o momento de escolher uma ou outra?

Em muitas financeiras, o fluxo futuro supre exatamente essa mesma necessidade: dinheiro no caixa para estender os prazos de pagamento. Afinal, quando é o momento de escolher uma ou outra?

A principal diferença entre as duas modalidades é a existência dos recebíveis. Enquanto, no fluxo futuro os recebíveis a serem antecipados ainda não existem, no risco sacado os recebíveis são do fornecedor da sua empresa. Com isso, há uma diferença expressiva no risco da operação e, quanto maior o risco, maior a taxa.

No entanto, isso não significa que, no planejamento financeiro da empresa, uma operação deva prevalecer sobre a outra. Elas apenas têm objetivos distintos: o do fluxo futuro é suprir uma emergência no caixa de empresa e o do risco sacado é ampliar o prazo de pagamento. Portanto, podemos resumir assim: o fluxo futuro é pontual e o risco sacado é a longo prazo.

Para entender na prática como funcionam a longo prazo as operações de risco sacado, leia essa entrevista com o Jorge Gargaglione, Controller da Cuecas DUOMO.

4 sinais de que a empresa está no momento ideal para implementar a estratégia de risco sacado

Agora que já vimos o que é o risco sacado e qual a sua diferença para as operações de fluxo futuro, vamos trazer quais os 4 sinais para identificar que a empresa está pronta para trazer essa estratégia para o planejamento financeiro:

O planejamento financeiro está sendo seguido

O ponto de partida antes de iniciar em qualquer operação de crédito é ter um planejamento financeiro. Se o planejamento financeiro da sua empresa está sendo seguido e estão buscando formas de potencializar os resultados, as operações de risco sacado podem ser a solução. O problema a ser resolvido vai ser claro: o volume de compra é grande e o pagamento não respeita a saúde financeira da empresa (à vista ou curto demais).

É importante, nessa fase, estudar como podem se dar as operações, quais são os fornecedores mais estratégicos para antecipar os recebíveis e quais os resultados esperados. No fim, a empresa poderá mensurar e readequar as estratégias, se necessário.

A empresa vem se fortalecendo cada vez mais no mercado e tem oportunidades de negócios

Imagine a seguinte situação: a sua empresa recebe um pedido, mas precisa comprar matéria prima. Essa compra pode ser limitada pelo capital de giro disponível. Na hora de negociar com o fornecedor, a empresa identifica que se comprar 25% a mais terá um desconto de 40% no valor total. Concluindo, é um negócio que vale a pena.

Nesse momento, o SB Paga Hoje pode ajudar: não compromete o capital de giro, dá a possibilidade de pagar o valor no futuro e evita que a sua empresa chegue ao limite de crédito com o fornecedor. Com a situação econômica e alteração nas cadeias de produção ocasionas pela Guerra da Ucrânia, criam-se possibilidades. Para entender melhor esse cenário, assista o vídeo aqui.

A empresa tem compromisso com um fluxo de caixa saudável

O risco sacado, na gestão de caixa, complementa as operações de cessão. Dessa forma, no dia a dia, esse controle permite um melhor equilíbrio do fluxo de caixa.

Assim, a empresa preserva o caixa e pode direcionar os limites de antecipação de recebíveis para outras operações mais estratégicas, como compor garantias em CCBs. No caso de a empresa já ter os recebíveis compromissados, o risco sacado se mostra como uma alternativa e com custo mais atrativo que outras linhas clean.

Busca aumentar os lucros

Como falamos, com as operações de risco sacado é possível aumentar o poder de negociação com os fornecedores. Além disso, com uma relação comercial mais intensa, a sua empresa terá maior relevância para seu fornecedor.

Ainda, com melhores preços, o custo de produção fica mais barato. Há a possibilidade de baixar os preços para os clientes, fortalecendo a relação com a ponta final da cadeia e, possivelmente, aumentando as vendas ou de manter os preços e aumentar a margem de lucro.

Colocando em prática a estratégia de risco sacado

Vimos que as vantagens para iniciar com as operações de risco sacado são várias. No artigo “8 motivos para antecipar recebíveis para fornecedores” você pode encontrar ainda mais informações essa modalidade.

Aqui na SB Crédito temos a plataforma SB Paga Hoje, um canal dedicado a antecipação de recebíveis para fornecedores. Com isso, o nosso processo de cadastro é simplificado e os fornecedores não precisam passar por análise de crédito. Após a entrada na documentação, em até 5 dias úteis as empresas já estão liberadas para operarem. Por fim, não há limites no número de fornecedores que podem ser cadastrados.

Tudo isso, com a chancela de uma empresa com 23 anos de atuação e uma das operações mais rápidas do mercado. Para saber mais como o SB Paga Hoje pode impulsionar a sua empresa, solicite o contato de um especialista.

Mercado financeiro, investimentos, recebíveis?
Fique atualizado e saia na frente!
Inscreva-se em nossa newsletter e receba conteúdos em primeira mão.