SB Crédito Blog

Conteúdos para descomplicar

as finanças da sua empresa!

10 de fevereiro de 2021
COMPARTILHE

Antecipação de recebíveis: o momento certo é agora?

Saiba qual o momento certo para fazer a antecipação de recebíveis e descubra como é possível utilizar dessa ação como uma ferramenta estratégica para a sua empresa!

Saiba qual o momento certo para fazer a antecipação de recebíveis e descubra como é possível utilizar dessa ação como uma ferramenta estratégica para a sua empresa!

Se você acompanha nossas dicas por aqui, já sabe da importância de um planejamento financeiro adequado ao seu negócio. E, claro, realiza um acompanhamento atento e diário do seu fluxo de caixa, acompanhado atentamente suas entradas e saídas de recursos.

No entanto, mesmo os gestores mais cuidadosos não escapam de enfrentar situações imprevistas. Diante de um acontecimento não programado, mantenha a calma e analise as possibilidades disponíveis para solucionar o problema. 

A antecipação de recebíveis, por exemplo, pode ser uma excelente opção. Vamos ajudar você a identificar as situações ideais para utilizá-la. Antes, vamos relembrar as características dessa operação.

Antecipação do quê?

Cada dia mais popular, a antecipação de recebíveis permite que você receba antes do prazo valores previstos. 

Digamos que você tenha uma loja e realize uma venda no valorde R$ 5.000, no cartão de crédito, em duplicatas, títulos ou venda parcelada.  

Esse valor só vai entrar no seu caixa daqui a 30, 40, 60 ou 90  dias. No entanto, você pode negociar para receber esse valor imediatamente – pagando uma taxa sobre esse valor. 

Ou seja: você antecipa um recurso previsto para entrar na sua contabilidade.. O pagamento do cliente vai então para a instituição financeira que antecipou o recurso.

Ao contrário dos tradicionais empréstimos bancários, a antecipação de recebíveis  é feita de maneira rápida, quase sem burocracia. 

As taxas também são mais atraentes, não há exigência de fidelização e além disso elas não cobram IOF (Imposto Sobre Operações Financeiras). Essas facilidades têm justificativa: como trata-se de adiantar valores já acordados, o risco de inadimplência é bem menor. 

A empresa que adianta o valor para você já tem uma data para receber quando a negociação é feita.  Todos esses detalhes tornam a operação menos arriscada que outras formas de crédito.

Como em toda atividade financeira, você deve estar atento às taxas e diferentes contratos disponíveis no mercado, pois podem variar muito entre si. 

Quando antecipar?

Ficou animado e já quer antecipar todas as suas entradas futuras? Calma! 

A antecipação de recebíveis é um dos instrumentos que temos à disposição para gerenciar nossas finanças de maneira saudável –  e estratégica. Essa é a chave de uma gestão financeira vitoriosa. 

Agir de um modo estratégico, analisando oportunidades, calculando seus passos com base no conhecimento profundo de suas possibilidades vai fazer a diferença em seu negócio.

Então quando a antecipação de recebíveis deve ser utilizada? 

Todos os manuais dizem que se deve lançar mão desse recurso em casos emergenciais – mas não apenas. 

Essa pode também ser uma decisão tomada em função de um cenário que se mostre vantajoso, ainda que não seja uma urgência negativa. Vamos aos casos, digamos em que se recomenda a antecipação de recebíveis:

Para aproveitar oportunidades

Esse é um caso típico, até mesmo ideal para utilizar a antecipação de seus recursos. 

Um de seus fornecedores resolveu fazer uma oferta, oferecendo um bom desconto em seu material. Mas a oferta tem prazo determinado: vai até o fim da semana e, como trata-se de uma promoção, você não se programou financeiramente e não dispõe de recursos para aproveitar. Mas pode antecipar suas entradas para conseguir aumentar seu estoque a um bom preço. E isso significaria aumento no seus lucros.

Perceba a importância do planejamento e do acompanhamento atento de suas finanças. Só estando ciente dos seus custos e lucros, você pode avaliar:  

  1. se a oferta realmente vale a pena; 
  2. o ganho que ela pode acarretar no futuro, e 
  3. se a diferença entre a taxa paga na antecipação e a entrada futura obtida a partir dessa oferta vale a pena.

Se você é capaz de ter essa visão ampla de seu negócio e de suas finanças, a antecipação de recebíveis pode  – e deve –  ser utilizada não apenas em situações urgentes, mas estrategicamente

Para enfrentar imprevistos

Como já dissemos, não há bom administrador que não se depare com situações inesperadas. 

Podem ser simples, como uma conta que esquecemos de pagar, ou complexas como uma pandemia. O fato é que não se pode evitar ser surpreendido com gastos não programados.

Digamos que você precise demitir um funcionário, por exemplo. Isso vai significar um gasto praticamente imediato referente aos direitos trabalhistas, que não podem ser atrasados, sob pena de multa e outras sanções. Ou você precisa fazer um reparo ou obra de emergência, essencial para o funcionamento da empresa, que não pode ser postergada. 

Essas são algumas situações  em que a antecipação de recebíveis  é indicada, por gerar recursos de maneira quase imediata. 

Assim, se pode liquidar pendências que podem onerar muito mais suas finanças se não forem resolvidas com rapidez.

Para evitar juros maiores

Sim, uma das primeiras regras da boa educação financeira é não pagar uma dívida com outra. 

No entanto, a antecipação de recebíveis não se caracteriza como uma dívida, uma vez que você está apenas recebendo mais cedo uma valor que já está previsto para ser seu. 

E há dívidas que precisam ser sanadas o quanto antes. Juros do cheque especial, por exemplo, cujas taxas são sempre exorbitantes.

O pagamento a um fornecedor, cujo atraso pode gerar multa é outra situação indicada. Além da perda financeira decorrente da multa em si, não vale a pena quebrar a relação de confiança com o fornecedor.  

Antecipação de recebíveis: qual é o momento certo para fazer?

Alguns cuidados para fazer a antecipação de recebíveis de forma estratégica 

Antes de terminar, vamos retomar algumas regrinhas básicas mas importantes na hora de utilizar a antecipação para injetar recursos no seu fluxo de caixa:

  • Trabalhe com os valores de entrada certos, ou seja, somente com aqueles valores que surgem no caixa após a venda e a entrega do produto ou serviço
  • Não utilize esse expediente de maneira indiscriminada, como uma rotina financeira. Esse é o oposto de uma administração estratégica de suas finanças, e pode facilmente levar ao descontrole.
  • Se você vai antecipar recebimentos para evitar juros ou multas, precisa saber com precisão as taxas que vai pagar , para que a transação realmente valha a pena.
  • Mantenha seu fluxo de caixa atualizado, e não esqueça de registrar que as entradas antecipadas não entrarão mais na data inicialmente prevista. 

Em resumo… quando fazer a antecipação de recebíveis?

Tenha em mente que a antecipação de recebíveis é uma opção para obter recursos financeiros de forma rápida para sua empresa. 

Portanto, pode ser usada em casos emergenciais, mas também quando o tempo é usado a seu favor. 

Em outras palavras: quando há planejamento é possível utilizar a antecipação como uma estratégia de negócios. 

Tudo vai depender da sua habilidade em lidar com os dados que possui, obtidos em função de uma gestão financeira atenta e perspicaz. 

Como você pode ver, a antecipação de recebíveis é uma transação simples e adequada, de acordo com a situação. Agora que você tem os dados suficientes para decidir, conheça as condições da SB Crédito.

 

 

Mercado financeiro, investimentos, recebíveis?
Fique atualizado e saia na frente!
Inscreva-se em nossa newsletter e receba conteúdos em primeira mão.